quarta-feira, 30 de novembro de 2016

3 formas como a instituição de ensino pode ajudar o aluno a preencher lacunas de competências.


lacunas de competências

Empresas, independentemente do segmento, costumam valorizar determinadas aptidões ao buscarem novos funcionários, como criatividade, curiosidade, conhecimento digital, pensamento crítico e humildade. Muitas vezes, infelizmente, o aprendizado no ensino superior não está em sintonia com o que o mercado de trabalho busca nos profissionais. Veja como a instituição pode ajudar o aluno a preencher lacunas em suas competências:
1. Aprendizagem prática
São raras as instituições que permitem que o estudante falhe – e, consequentemente, aprenda com seus erros. Essa abordagem, no entanto, é fundamental para que o aluno esteja preparado para o futuro profissional.
Assim, durante o curso, precisa ser instigado a desenvolver seu próprio método de tomada de decisão e raciocínio crítico. Para que seja bem-sucedido, deve saber aprender com os próprios erros, para que consiga analisar onde poderia ter feito algo diferente e tentar novamente.
Uma das melhores formas de fomentar esse aprendizado é incentivar o aluno a fazer estágios, que permitem colocar o conhecimento em prática. Desde cedo, os estudantes já terão responsabilidades profissionais e oportunidades para desenvolvimento de habilidades.
2. Disciplinas em consonância com o mercado de trabalho
As instituições precisam estar atentas às exigências do mercado de trabalho para que possam alinhar os programas de suas disciplinas às expectativas das empresas. Essa sintonia pode ser alcançadas através de pesquisas com profissionais, dados sobre os segmentos dos cursos e outros indicadores de mercado.
Ao utilizarem essas informações para compreensão de quais habilidades precisam desenvolver em seus alunos, as instituições de ensino conseguirão criar programas mais assertivos, que direcionem os futuros profissionais para carreiras de sucesso.
3. Parcerias entre empresas e universidades
Programas de parcerias entre instituições e empresas são benéficos para as duas partes. Isso porque a universidade recebe valiosos insights sobre quais são as lacunas de competências que ainda precisa preencher em seus estudantes, enquanto a empresa tem acesso a um grande número de candidatos qualificados para suas vagas.
Ainda, a parceria pode ser ampliada para patrocínios de novos programas educacionais, financiamentos de pesquisas e laboratórios, entre outras ações que favorecem a todos.

Para garantir que alunos estejam aptos para o mercado de trabalho, as universidades devem estar sempre em busca de modernizar seus currículos, assim como as experiências educacionais que proporcionam aos estudantes. Existem variadas formas de alcançar esse objetivo, mas todas exigem um olhar atento aos programas das disciplinas e aos métodos de ensino.

Nenhum comentário:

DESTAQUE

FESTIVAL ESTUDANTIL DA CANÇÃO ACONTECE HOJE NA ESCOLA DJALMA BATISTA

Acontecerá na noite desta sexta feira, 21 de julho, a grande semifinal do Festival da Canção Estudantil – FEC/2017, promovido pelo Gover...

MAIS VISITADAS