Pesquisar este blog

sexta-feira, 3 de março de 2017

Veja a importância de considerar o tempo de deslocamento dos professores ao montar o quadro de horários da sua escola

A organização do quadro de horário escolar exige que a gestão leve em consideração diversas variáveis, dentre elas o projeto político-pedagógico da instituição, a infraestrutura do espaço escolar e a disponibilidade dos professores. Dada a importância do quadro de horários para o bom funcionamento das atividades e para o bem-estar do corpo docente, é fundamental considerar entre essas variáveis o tempo de deslocamento dos professores, que acaba muitas vezes sendo ignorado mas é tão importante quanto outras variáveis. Saiba mais sobre o assunto para a montagem de um quadro de horários eficaz e como realizar esta tarefa: A importância do tempo de deslocamento dos professores para o quadro de horários escolar É comum que os membros do corpo docente dividam seu tempo entre as unidades de uma escola. Considerando o tráfego intenso e as dificuldades de deslocamento nas grandes cidades, é essencial que a gestão escolar avalie e pondere o tempo disponibilizado aos docentes para esta movimentação. A análise do tempo de deslocamento contribui para a satisfação profissional do professor, permitindo que sejam realizados com calma e sem correria. Esta organização reflete, ainda, na qualidade do ensino oferecido na instituição, contribuindo para o rendimento das aulas com professores mais motivados e dispostos. Mas como considerar estes trajetos na organização do horário escolar de forma prática e otimizada? Confira algumas dicas: Como considerar o tempo de deslocamento dos professores no quadro de horários escolar Utilize o Google Forms O Google Forms é uma ferramenta gratuita da Google que permite a criação de formulários para coleta e organização de informações. Através dele, é possível criar pesquisas personalizadas, com diferentes opções de perguntas, desde múltipla escolha até listas suspensas. Esta pode ser uma excelente solução para que a coleta dos dados relacionados à disponibilidade dos professores da sua instituição seja realizada de forma prática e rápida. Basta configurar um formulário simples, cujas respostas ofereçam os dados necessários para a montagem do quadro. Questione os professores com relação aos dias e horários livres. Os dados gerados na pesquisa são apresentados em forma de gráficos e planilhas, facilitando sua compilação e análise. Calcule os tempos de deslocamento É necessário fazer um mapeamento das unidades de ensino da sua instituição e levantar em quais delas os mesmos professores irão lecionar. É Importante também saber o meio de transporte utilizado pelo profissional para se deslocar, já que a forma de locomoção influencia muito no tempo a ser estimado. Através do Google Maps, é possível calcular o tempo necessário para estes deslocamentos. Considere sempre os horários em que serão realizados e o trânsito, que pode prejudicar sua pontualidade. Programa para organização de quadro de horários A tecnologia vem sendo utilizada como aliada para a montagem de quadros de horários em diversas instituições de ensino. O GridClass é um programa que organiza as funções necessárias à estruturação de quadros horários nas escolas. Através deste é possível otimizar a grade horária, reduzindo as janelas de espera, fazendo ajustes e considerando as informações recolhidas sobre a disponibilidade e deslocamento dos professores entre unidades de ensino em que trabalha. A utilização do GridClass auxilia a gestão escolar na realização de seu trabalho, evitando perdas de tempo e permitindo que se dê mais atenção às questões pedagógicas e à qualidade do ensino oferecido. Conheça o GridClass e entenda como este pode auxiliar na montagem do quadro de horários da sua escola! E você, como vem considerando o tempo de deslocamento dos professores na montagem da grade horária da sua instituição? Compartilhe suas experiências conosco nos comentários!

Polícia Militar do Estado do Acre lança concurso público para soldado com salário de R$ 3.319,12.

Polícia Militar do Estado do Acre lança concurso público para soldado com salário de R$ 3.319,12


A Secretaria de Gestão Administrativa do Estado (SGA) publicou no diário oficial desta sexta-feira (3) o edital de concurso público para ingresso nos quadros da Polícia Militar do Estado do Acre (PMAC). São 230 vagas para Aluno Soldado combatente, sendo 184 para o sexo masculino e 46 para o sexo feminino. Além disso, serão 10 vagas para Aluno Soldado músico e 10 vagas para Aluno Soldado de Saúde, sendo 5 para área de saúde bucal e 5 para técnicos em enfermagem, para ambos os sexos.


O concurso será composto por três etapas, das quais a primeira fase será composta de prova objetiva; a segunda fase será composta por exame de aptidão física, exame psicotécnico, prova prático-instrumental (apenas para músico) e exame toxicológico; a terceira fase será composta por investigação criminal e social.

Para os soldados combatentes será exigida apenas a escolaridade de Nível Médio, para os cargos de músico e da saúde serão exigidos cursos e experiência específicos do cargo. A remuneração dos cargos, após o curso de formação, será de R$ 3.319,12.

Teste Físico

No teste de aptidão física para os candidatos do sexo masculino será exigido o desempenho mínimo nos seguintes exercícios: 6 repetições de barra fixa, 30 abdominias, 2.400 metros de corrida em 12 minuto e nadar 50 metros em menos de 15 segundos.

Para as candidatas do sexo feminino será exigido o desempenho mínimo de: 10 segundos de sustentação na barra fixa, 12 flexões, 26 abdominais, 1.800 metros de corrida em 12 minutos e nadar 50 metros em menos de 1 minuto.

Mais informações sobre e vagas, condições para realização e impedimentos, clique aqui e confira o edital completo.

Contilnet

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Nove dicas sobre como envolver os alunos durante a aula

Uma das queixas mais freqüentes de professores é sobre como conseguir envolver os alunos, principalmente os adolescentes, durante as aulas. A verdade é que não existe uma fórmula mágica, mas talvez seja possível pensar em algumas possibilidades para encarar este desafio de uma forma criativa e eficiente.
1 – Seja autêntico: Sermos autênticos com nós mesmos significa expressarmos para os outros aquilo o que realmente somos, pensamos e sentimos. E, pode apostar, crianças e adolescentes valorizam muito estas qualidades na figura de um adulto. Seja sincero e busque ser espontâneo. Não é tarefa fácil, requer autoconhecimento, confiança e a capacidade de tolerar e trabalhar a partir do conflito. Mas, quando somos autênticos, transmitimos confiança e solidariedade às relações.
2- Incentive o diálogo: A sala de aula não é apenas um espaço de transmissão de conhecimento, mas, muito mais do que isso, é um espaço de troca e de produção de conhecimento. Escute atentamente o que os alunos têm a dizer, suas respostas, suas dúvidas. Incentive o debate entre você e os alunos e também entre os próprios alunos. Dê espaço para pontos de vista diferentes. Estimule situações que desafiem o debate de ideias pré concebidas.
3- Crie empatia: Empatia é a habilidade de se colocar no lugar do outro. A palavra, de origem grega, “empatheia”, significa afeto ou paixão, ou ainda “entrar no sentimento”. Ser empático significa ter atitudes com a finalidade de compreender ao máximo a perspectiva de uma outra pessoa. Crie uma proximidade com os alunos e os deixe mais a vontade com o ambiente da sala de aula. Você perceberá como o comprometimento aumentará.
4- Esclareça papéis: Crianças e adolescentes convivem com diferentes figuras adultas: pai, mãe, avós, diretor de escola, treinadores etc. Às vezes, pode ser um pouco confuso e até mesmo chato para eles ter que distinguir entre diferentes papéis destes adultos, muitos dos quais significam autoridade. Por isso, os auxilie nesse desafio e demonstre de forma clara o que eles podem esperar de você e o que você espera deles.
5- Seja transparente: Além de ser autêntico e ser empático, é muito importante que um professor seja transparente com os seus alunos. Não esconda deles o que pensa. Da mesma forma, saiba admitir quando estiver errado sobre algo ou mesmo quando não souber responder a alguma pergunta. Os jovens vivem hoje em um mundo com acesso fácil à informação, por isso é possível que surjam questionamentos sobre aquilo que está sendo ensinado. Caso tenha errado alguma informação ou não saiba responder, aproveite a oportunidade para demonstrar que errar é humano. Essa atitude transmite confiança e credibilidade.
6- Resolva problemas colaborativamente: A sala de aula é um espaço de trabalho em grupo. Além de desenvolver o aprendizado individual dos alunos, o professor deve procurar desenvolver a capacidade dos alunos de trabalhar em grupo. Ofereça a eles possibilidades de resolução dos problemas e deixe que discutam entre si quais as melhores formas de decidir a questão.
7- Dê feedbacks honestos e generosos: Sempre que puder, converse com os alunos sobre como está se desenvolvendo o aprendizado da turma e de cada um, individualmente. Mostre que você está envolvido, atento e comprometido com eles. Mas evite julgamentos e comentários que podem soar como críticas muito duras.  Demonstre estar sempre esperançoso, encorajando os alunos a se tornarem melhores. Criticá-los pode piorar a situação e fazê-los acreditar que não são capazes de evoluir.
8- Aplique o conhecimento no cotidiano: Para que o que se aprende em sala de aula faça mais sentido na vida dos alunos, é muito importante que eles consigam perceber que o conteúdo está relacionado com o que vivem. Por isso, busque dar exemplos práticos, seja em qual disciplina for. Mesmo quando o conteúdo for abstrato, como questões complexas de matemática ou filosofia, demonstre para os alunos que a capacidade de raciocínio lógico e abstrato é importante para a resolução de problemas na vida.
9 – Desenvolva a habilidade de argumentação: Desafie os alunos a saberem defender suas idéias. Além da capacidade de interpretação, o professor deve buscar desenvolver a capacidade de argumentação. Os desafie a expor para a turma o que pensam e, mais do que isso, a produzir conhecimento a partir de informações adquiridas.

15 filmes para se trabalhar Historia.

Colonização da América e Brasil Colonial
- Aguirre, a Cólera dos Deuses: Baseado em fatos históricos, o filme mostra uma expedição de conquistadores espanhóis em busca de El Dorado, a lendária cidade de ouro, descendo os Andes e chegando à selva amazônica, em pleno século XVI. Enlouquecido por sua ambição, o protagonista Lope de Aguirre se perde em seus sonhos e devaneios.
- Hans Staden: O filme narra a história do soldado e marinheiro alemão Hans Staden que, no início do século XVI, foi capturado por uma tribo indígena brasileira, os Tupinambás, que eram inimigos dos colonizadores portugueses.
- Carlota Joaquina: A comédia conta a história da vinda às pressas da família imperial portuguesa ao Brasil, em 1807, tentando escapar das tropas napoleônicas que invadiam Portugal.
Iluminismo
- Amadeus: O filme é livremente inspirado nas vidas dos compositores Wolfgang Amadeus Mozart e Antonio Salieri, que competiam entre si, em Viena, na Áustria, durante a segunda metade do século XVIII.
- Moça com Brinco de Pérola: O filme narra uma história fictícia sobre como o pintor barroco holandês Johannes Vermeer teria pintado o seu famoso quadro “Moça com Brinco de Pérola”.
- A Duquesa: Esta é a história real da vida de Giorgiana Cavendish, a duquesa de Devonshire, no Reino Unido. O filme mostra em muitos detalhes o cotidiano e o estilo de vida da aristocracia britânica entre os séculos XVIII e XIX.
Revolução Francesa e Napoleão
- Maria Antonieta: Sob uma ótica moderna, o filme mostra a vida de luxos e deleite da princesa austríaca Maria Antonieta, que se casou com o príncipe francês Luís XVI, tornando-se rainha da França. A aristocrata vive em um mundo de fantasia na corte de Versailles, até o momento que a revolução explode.
- Danton – O Processo da Revolução: O filme mostra os primeiros momentos de terror após a vitória da revolução francesa, quando o governo estabelecido persegue desafetos e até mesmo um de seus líderes, Danton, que é agora considerado um inimigo.
- A Batalha de Waterloo: O filme conta a história da última batalha do imperador francês Napoleão, em 1815, quando suas tropas foram derrotadas na Bélgica pela coligação britânica e prussiana, comandada pelo Duque de Wellington.
Primeira Guerra Mundial
- A Fita Branca: O filme mostra o dia a dia de um vilarejo no norte da Alemanha, pouco antes da Primeira Guerra Mundial, com um foco especial em um coral de crianças. A narrativa, muito sutil, mostra o clima de ascensão de uma mentalidade conservadora e fascista entre os alemães.
- Glória Feita de Sangue: Em 1916, durante a primeira Grande Guerra, um general francês ordena um ataque suicida contra os alemães. Como nem todos os soldados concordam, o general ordena então um ataque contra suas próprias trincheiras. A decisão absurda resulta em um julgamento militar sem precedentes.
- Rosa Luxemburgo: O filme é baseado na biografia da filósofa e economista polonesa Rosa Luxemburgo, que tentou arduamente impedir a eclosão da 1ª Guerra Mundial.
Revolução Russa
- Doutor Jivago: Sob a ótica do médico Yuri Jivago, o filme mostra o antes e depois da Revolução Russa, enquanto ele se apaixonava pela jovem enfermeira Lara.
- Reds: O jornalista americano John Reed estava em Moscou em 1917 durante a revolução que levou os bolcheviques ao poder. O filme é inspirado no livro que escreveu relatando o que viu, “Os Dez Dias Que Abalaram o Mundo”.
- O Encouraçado Potenkim: Este grande clássico do cinema conta o episódio da revolta dos marinheiros russos no início do século XX, um dos estopins da revolução proletária

INICIO DO ANO LETIVO NA ESCOLA DJALMA BATISTA


frases para alunos

Seja bem vindo a uma jornada rumo ao conhecimento, bem vindo a escola." "Sorria, você está chegando na sua Escola!" "Seja bem-vindo, sua presença muito nos alegra!" "Que bom que você está aqui!" "Caros alunos, a direção, os professores e funcionários saudamos sua honrosa presença." "Escola, local onde os amigos se encontram." "Mais um ano que começa, seja bem vindo a sua Escola."

Nesse intuito o diretor da escola Djalma da Cunha Batista e sua equipe pedagógica, juntamente com seus professores vem informar a todos os alunos regularmente matriculado, que as aulas referente ao ano em curso, terão inicio nesta SEGUNDA FERIA, 20 de fevereiro de 2017.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

PONTE SOBRE O RIO TARAUACÁ: HÁ QUASE 3 ANOS COM PROBLEMAS ESTRUTURAIS


Se perguntares aos Tarauacaenses qual a maior obra já construída no município, com certeza a maioria diria que foi a construção da ponte sobre o rio Tarauacá. 

— De facto a maior obra da história do nosso povo. Há tão sonhada ponte que 'interligaria' de vez a região Tarauacá/Envira, e Vale do Juruá á capital acreana – e consequentemente ao restante do país. 

A referida estrutura começou a ser construída no ano 2009, ainda no governo de Binho Marques, sendo o custo de 48 milhões de reais — provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal. Foi inaugurado pelo o atual governador, Tião Viana, no ano 2011 — sendo entregue a população de Tarauacá em ato solene.

A ponte começou apresentar problemas estruturais no ano 2014, devido o desbarrancamento que ocorreu a margem do rio ao lado do bairro corcovado, e que comprometeu a sua estrutura.

No mesmo ano o Departamento de Estradas e Rodagens do Acre – DERACRE, e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) realizaram obras de contenção no local; e uma adaptação de perfil militar foi utilizada para reduzir os transtorno e permitir a liberação de tráfego sobre a via na época. 

Ainda em 2014 um relatório técnico do Dnit apontava as reais causas que ocorreu na cabeceira da ponte que Segundo especialistas, houve erro de construção. A mesma foi colocada no lugar errado e, o engenheiro do governo, não deu a devida atenção ás mudanças que o leito do rio apresentava nas ultimas décadas “A ponte, que está localizada numa curva, deveria ter sido construída num outro extremo do rio, a alguns metros, o que levaria a um desvio num dos trechos da rodovia federal, antes de entrar no perímetro urbano do município. A ponte deveria ter sido construída na jusante da curva maior e, não, a montante, como foi construída”, dizia o relatório. 

Atualmente as condições de uma das pistas de acesso à ponte, ainda encontra-se precária e oferecendo riscos aos condutores que trafegam por lá. O tempo passou e já fazem quase 3 anos. Nada foi feito, e a população ainda aguarda de forma ansiosa a recuperação definitiva da cabeceira da ponte sobre o rio que leva o mesmo nome do município.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

AGRADECIMENTO AOS ALUNOS DA DJALMA BATISTA PELA EXCELENTE NOTA NA REDAÇÃO E NO ENEM 2016.


Resultado Enem

Aproveito este espaço para externar os meus mais sinceros agradecimentos a todos os meus alunos das turmas dos 3ºs anos do Ensino Médio da Djalma da Cunha Batista em pela excelência  nas notas de Redação do ENEM, pela confiabilidade no trabalho dos professores e positividade dos alunos. Estou muito feliz com o resultado na prova de redação,  e nas demais ciências estudadas, mas quero deixar claro  que o sucesso é de vocês, a conquista é de cada um dos senhores, porquanto se dedicaram com afinco, assistindo às aulas, mantendo uma assiduidade, produzindo redações, estudando em casa, fizeram leituras de temas diversos, aceitaram as cobranças e exigências e, acima de tudo, certificaram de que escrever é fácil e simples. Não é dom, mas hábito.
A Escola fica feliz pelas mensagens de agradecimento direcionadas, pelo resultado obtido, mas nos me dêem o mérito do sucesso dos senhores, afinal de contas, vocês serão excelentes universitários, basta querer. Por conseguinte, o que a Djalma fez foi apenas o seu trabalho cobrando de todos os Professores, inclusive a Produção Textual que sabíamos da importância da escrita para a vossa ascensão intelectual e cultural.
Parabéns a todos os nossos alunos pela dedicação, empenho e desempenho nas provas objetivas e na prova de Redação.  Acreditar que o ensino publico deve ser  diferenciado, exigindo do professor uma maior atenção ao aluno, especialmente no momento da correção, do fazer e refazer e das dificuldades, este é nosso papel que não é valorizado, mas é nosso dever e rotina. Congratulo a todos os alunos pelo especial carinho que tiverem com nossa escola e por acreditarem que o caminho mais curto por mais doloroso que seja É A ESCOLA.
Gratifico estou por saber que é na educação que mudaremos este País
Parabéns a todos vocês e muito obrigado.
A vitória pertence ao mais perseverante

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Encerramento de matriculas 2017 Ensino Médio

Estado do Acre
Secretaria de Estado de Educação 
 Departamento de Ensino Médio
Escola “Dr. Djalma da Cunha Batista”
Rua Epaminondas Jácome, 1500 Centro / Cep: 69970-000
Tarauacá-Acre / Fone: 3462-1894




                                                Aviso
                              O diretor da escola de ensino médio dr. Djalma da Cunha Batista, usando das                                              atribuições que lhes são conferidas por lei e em conformidade com o regimento                                          escolar, torna público, para conhecimento de todos que esta encerrada a 1ª fase de                                  matrícula para 2017.
                             Informa ainda aos alunos que ficaram pendentes que as rematriculas estarão abertas                              até sexta feira dia 27 de janeiro de 2017.
                                                                             Atenciosamente
                                                                    José Ivonaldo Benigno Gomes
                                                                                   Gestor



  

Volta as aulas...

                                                                              COMUNICADO GERAL
                                                                             Ensino Médio de Tarauacá.

Senhores Pais / Responsáveis 

Sabemos que a Educação é função de todos. Como nossa missão, enquanto educadores, ultrapassa a esfera do conhecimento acadêmico, da transmissão de conteúdos e alcança a formação do indivíduo, através de orientação adequada, de bons exemplos, de sociabilização, de prevenção de problemas, trabalhar em sintonia com a família nos traz confiança e tranquilidade.
Sendo assim, no início de mais um ano letivo, gostaríamos de fortalecer nossa parceria – família/escola – a fim de contribuir para que nossos alunos tenham melhor desempenho tanto na escola como na vida.
Aproveitamos a oportunidade para também agradecer às famílias a confiança depositada em nosso trabalho.

ORIENTAÇÕES GERAIS
INÍCIO DO ANO LETIVO: 20/02/2017
HORÁRIO: Os alunos deverão estar atentos aos horários de entrada e saída:
 Manha 7h15min às 11h: 25min
Tarde: 13h00min às 17h25min.
noite: 16:30 min às 22h 30 min

Lembramos que atrasos e faltas acarretam prejuízo ao aprendizado. Os pais serão informados pela orientação escolar sobre problemas com o aluno nesse sentido.
UNIFORME: Todos os alunos, sem exceção, deverão estar devidamente uniformizados, inclusive nos meses de inverno, com o agasalho da escola. O aluno sem uniforme completo poderá ser impedido de assistir às aulas do dia. Não serão permitidas quaisquer alterações nas características originais do uniforme, como recortar golas ou barras de calças etc.
Todo o uniforme será exigido a partir de 05 de março.
Os Uniformes podem ser encontrados no endereço abaixo:
Na malharia da Dona Elenir: 
na Malharia do Jairo:
Em conjunto com coordenador  e demais funcionários, zelamos por um bom andamento do cotidiano escolar. Entretanto, contamos com a colaboração dos pais e dos alunos em relação aos pontos a seguir:
*os alunos não deverão trazer para o Colégio quantias significativas em dinheiro, aparelhos eletrônicos ou outros objetos de valor.
* o aluno deverá permanecer no recinto escolar, fora de seu horário normal de aula, somente quando houver alguma atividade programada (assistência escolar, educação física, ensaios, cursos, etc.), sendo obrigatório o uso do uniforme. Períodos de ociosidade podem ocasionar problemas disciplinares.
*Uso do celular – Não é permitida a sua utilização em sala de aula para não prejudicar o bom andamento das aulas. No intervalo ou saída não há restrição. Lembramos ainda que é expressamente proibido em sala de aula manusear e/ou ouvir MP3, Ipod, máquinas fotográficas ou qualquer outro tipo de aparelho eletrônico.
*Material escolar – Para um bom aproveitamento escolar é de fundamental importância que o aluno traga o material escolar a ser utilizado nas aulas do dia, não permanecendo em sala sem os devidos materiais.
OBS*: Este ano as reuniões serão feitas após um mês de aula para que tenhamos um parecer mais específico de cada turma.
Nossa equipe de coordenação e orientação agendarão encontros com os responsáveis caso haja alguma situação insatisfatória quanto à disciplina ou rendimento escolar. E nos colocamos à disposição dos responsáveis para conversarmos sobre qualquer assunto que julguem necessário.
Mais uma vez agradecemos pela confiança depositada em nossa escola e os aguardamos para um ano letivo de muito crescimento e realizações.
Sejam Bem Vindos!!!.
                                                             Tarauacá - Acre, 24 de janeiro de 2017.

INICIO DE ANO LETIVO CHEGANDO...

Mais um ano letivo se inicia... com ele, novas expectativas, novos projetos, novos anseios, novos desejos de que tudo ocorrerá dentro do esperado. Trata-se de uma verdade, cujos propósitos têm tudo para dar certo, mas para isso se faz necessária uma boa pitada de dedicação e, acima de tudo, planejamento. 
Todos estão à espera do grande público-alvo: os alunos. Eles, por sua vez, levam consigo uma carga de expectativa bastante significativa. Claro, irão conviver boa parte do tempo na companhia de seus mestres, colegas e outros funcionários da escola. Dadas essas razões, os pressupostos aqui firmados têm por objetivo discorrer acerca da importância de toda essa equipe estar realmente preparada, no sentido de fazer com que os propósitos sejam alcançados.

Tudo começa pela semana pedagógica, na qual a equipe docente, ao lado da coordenação e do gestor (a) propriamente dito dedicam-se à tarefa de planejar acerca de tudo aquilo que será desenvolvido durante o ano. Após tal procedimento, eis que é chegado o grande dia: o primeiro dia de aula. O segredo: uma boa recepção, acima de tudo, e é claro, contando com a participação de todo o efetivo.   

Quem ficará à espera dos alunos e, possivelmente, dos pais? De preferência, o (a) diretor (a). Ao adentrarem à escola, tão logo no início do corredor lá estarão eles: uma equipe formada pelos funcionários de apoio, cujas atribuições são as de proporcionar as orientações necessárias aos recém-chegados, tais como: localização das salas, pátio, banheiros e demais dependências físicas pertinentes à escola.
Os professores? Cada um (levando em conta o horário de aulas previamente estabelecido) deles posicionados na porta da sala de aula. Dessa forma, sorrisos não poderão faltar, tampouco aquela velha e boa saudação: sejam bem-vindos. Afinal, gentileza nunca é demais e nada custa!
Chegando, possivelmente encontrarão as carteiras dispostas em círculo, haja vista que tal procedimento permite a sociabilização, tão importante quanto necessária para o estabelecimento de vínculos, não menos importantes. Posicionados, é momento de dar o devido direcionamento. Portanto, cabe a você, caro (a) professor (a), tomar as rédeas da situação. Diagnóstico é a palavra de ordem, sem dúvida. Nada de começar já expondo e “derramando conteúdos”. Seja qual for a disciplina ministrada, torna-se importante realizar uma sondagem inicial, no sentido de captar as expectativas de cada um – importante passo, o qual poderá nortear os passos a serem seguidos durante todo o ano.  Feito isso, e se ainda sobrar tempo, aí sim é o momento de explanar acerca do que será trabalhado, os projetos, os conteúdos, inclusive os livros literários que serão adotados no decorrer do ano, enfim... Importante nesse momento é explanar sobre algo realizado anteriormente, procurando enfatizar os benefícios colhidos, haja vista que essa atitude poderá funcionar como mola propulsora, despertando interesse e motivando o púbico a demonstrar toda a capacidade ali... guardada e depois revelada aos quatro cantos. Não é a toa que grandes gênios são encontrados dentro do ambiente escolar.

No dia seguinte, até mesmo pela escassez do tempo, entram em cena “as combinações”. Sim, elas mesmas, popularmente conhecidas pelos direitos e deveres de cada um. Necessárias, portanto, pois muitos poderão achar que tudo é fácil demais. Uma boa sugestão é começar pelos direitos, haja vista que a noção de deveres, pelo simples fato de não “soarem” demasiadamente como uma imposição, poderão ficar para o próximo ato da cena. Nesse sentido, em se tratando dos primeiros, um bom exemplo são os livros didáticos, muitas vezes oferecidos gratuitamente na rede pública de ensino. Dessa forma, recebê-los é um direito de cada um, conservá-los, é questão de...
Sim, deveres em ação! O primeiro passo é apresentar aquelas regras comuns a todos, sobretudo as retratadas pelo regimento da própria escola. Em seguida aquelas consideradas “internas”, estabelecidas por cada professor, de acordo com seus próprios critérios.
Assim combinado... Avante! É hora de começar.

Termo de Compromisso 2017- para alunos(as) e/ou responsável legal


Queremos e podemos fazer real a escola ideal – uma escola democrática e eficaz na formação intelectual e cidadã de nossos jovens. Só depende de todos nós. Por isso quando alguém se matricula em nossa escola, imediatamente passa a compor essa comunidade e, com isso: adquire direitos e assume deveres fundamentais para garantir o sucesso no alcance das metas e objetivos a que nos propomos.
Desse modo, o termo de compromisso abaixo citado é assumido, de antemão e sumariamente, por todo(a) aluno(a) e/ou seus respectivos responsáveis, como condição indispensável para integrar a Comunidade Escolar Djalma Batista. Permanecendo a matrícula após a primeira semana de aula, entender-se-á como firmado o compromisso do(a) aluno(a) e seu responsável legal.
Em caso de discordância, o(a) aluno(a) ou seu responsável (tratando-se de menores de 18 anos), é livre para cancelar a matrícula e/ou receber a transferência para  outra escola.
 Declaro estar ciente de que meu filho deverá atender às normas descritas neste documento, do qual estou de acordo.
1º. Qualquer assunto de ordem pedagógica, administrativa ou disciplinar deverá ser tratado primeiramente com a Direção e Equipe Pedagógica deste Estabelecimento de Ensino.
2º. O aluno deverá observar rigorosamente o horário de entrada, conforme o seguinte abaixo:
  MANHÃ: Início das Aulas: 07:00 horas
 TARDE: Início das Aulas: 13:00 horas
 NOITE: Início das Aulas: 18:30 horas

3º. Em caso de atraso o aluno deverá apresentar uma justificativa.
4º. O aluno deverá comparecer portando todo material necessário às suas atividades diárias e estar uniformizado, sendo que, quando isso não for possível, o responsável deverá enviar uma justificativa.
5º. O aluno não deverá trazer para a escola qualquer objeto que não seja do uso pedagógico, principalmente telefone celular, MP3 e aparelhos eletro-eletrônicos. Se necessário, a escola manterá contato com os pais. Quanto ao uso dos celulares, o aluno que for flagrado, independentemente da finalidade, terá seu aparelho guardado pela direção e entregue para a família mediante assinatura de termo conforme lei estadual sobre o uso do memso. Em caso de reincidência, o aparelho ficará guardado no Estabelecimento de Ensino até o final do ano. Em caso de roubo de qualquer aparelho, a escola se exime de qualquer responsabilidade.
6º. Todo aluno é responsável pelos seus pertences pessoais e escolares. A escola não se responsabiliza por roubo, perda ou qualquer dano aos mesmos, inclusive pelas bicicletas.
7º. O aluno que retirar livros da Biblioteca deverá devolvê-los no prazo estipulado ou pagará multas. Em caso de perda deverá restituir à escola o mesmo material (o responsável deverá ressarcir).
. A escola não fornece qualquer tipo de medicamento. Em caso de necessidade os pais deverão enviá-los pelo aluno.
9º. O aluno receberá Livros Didáticos a título de empréstimo, sendo de sua responsabilidade, bem como de seu responsável, zelar pelos mesmos e devolvê-los no final do ano letivo. O responsável deverá repor qualquer item deste material em caso de perda pelo aluno.
10º. A saída do aluno, antes do término das atividades do período, somente será permitida por motivo justo e com autorização escrita do responsável.
11º. A saída do aluno da sala de aula (em qualquer situação) só será permitida com a autorização do professor ou da direção. Caso o aluno necessite sair antes do horário (médico, dentista, etc), os pais devem encaminhar uma justificativa autorizando a escola a dispensar o aluno.
12º. A escola não se responsabilizará por alunos que não entrarem na escola (e ficarem perambulando pelas ruas), no horário escolar.
13º. Não será permitida a entrada em qualquer período, de alunos com roupas inadequadas, como calça com cós baixo, short curto, blusa curta, devendo cumprir a cláusula 4º referente ao uniforme.
14º. Todo final de bimestre haverá reunião de Pais e Mestres para tratar de assuntos diversos e do rendimento escolar. O responsável pelo aluno que tiver conceitos abaixo da média (nota vermelha) será obrigado a comparecer nestas reuniões para tomar ciência da situação do aluno.
15º. A Escola ofertará aos alunos com dificuldade de aprendizagem o Apoio Pedagógico matemática e português (para as 1ª séries, segundo os critérios de inclusão da referida modalidade; sendo de responsabilidade dos pais a freqüência do aluno. Caso não haja freqüência, os pais serão responsabilizados pelo desenvolvimento do educando).
16º. O aluno que tiver problemas de saúde deverá apresentar o atestado médico principalmente para as aulas de Educação Física.
17º. O uso de tabaco, substância tóxica e bebida alcoólica nas dependências da escola são terminantemente proibidas.
18º. Não é permitido qualquer tipo de "namoro" nas dependências da escola.
19º. As faltas em dias de avaliações somente serão justificadas com atestado médico ou solicitação escrita do responsável.
20º. No caso de desacatos a autoridades escolares, agressões ou insultos entre alunos e/ou funcionários do Estabelecimento de Ensino, tais atitudes serão punidas de acordo com a legislação.
21º. Brigas e outros atos de violência e falta de respeito não serão tolerados nem dentro e nem nas imediações desta Escola sobre forma de serem punidas em conformidade com a lei 001/2016 do CEE. O aluno que se envolver em tais ocorrências estará sujeito a sanções disciplinares cabíveis nas normas regimentais. 
22º. Quaisquer danos causados ao patrimônio escolar deverão ser ressarcidos pelo responsável.
23º. O não cumprimento dos deveres estipulados ou a reincidência em faltas disciplinares poderão acarretar aos pais a responsabilidade dos atos infratores do aluno, já que são responsáveis pela orientação dos mesmos.
                                                 __________________________________________
             Assinatura do pai, mãe ou responsável.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Convite de Formatura.



Estado do Acre
   Secretaria de Estado de Educação
Departamento de Ensino Médio
          Escola “Dr. Djalma da Cunha Batista”
                Rua Epaminondas Jácome, 1500 Centro Cep: 69970-000
Tarauacá-Acre / Fone: 3462-1894

Convite
             A Escola de Ensino Médio Dr. Djalma da Cunha Batista convida Vossa Senhoria e família, para participar da Solenidade de Formatura dos alunos Concludentes do Ensino Médio 2016, que acontecerá no dia 23/12/2016 sexta - feira às 19h00min, no pátio da referida escola.
Desejamos um Feliz Natal e Próspero Ano Novo.

                Atenciosamente,


          Tarauacá – Acre, 22 de dezembro de 2016.

EDITAL DE MATRÍCULA PARA 2017 DO ENSINO MÉDIO




EDITAL DE MATRICULA

MATRÍCULA PARA 2017 DO ENSINO MÉDIO

            O diretor da Escola de Ensino Médio Dr. Djalma da Cunha Batista, usando das atribuições que lhes são conferidas por lei e em conformidade com o regimento escolar, torna público, para conhecimento dos interessados que esta aberta a fase de matrícula para 2017.

            1. Das vagas
1.1. O processo de matrícula e rematrícula destinam-se, ao preenchimento das vagas oferecidas neste estabelecimento de Ensino, segundo tabela abaixo:

TURMAS
TOTAL DE VAGAS
NUMERO DE TURMAS
TURNO
1ª serie
400
10
Manha/tarde e noite.
2ª serie
200
05
Tarde e noite.
3ª serie
80
02
Noite
PEEM
120
03
Noite

1.2 A Escola se reserva o direito de não abrir turmas com menos de 25 alunos, podendo remanejá-los de turno para outra sala quando houver necessidades. 1.3 A quantidade de alunos por turma segue a orientação constante na Lei 3.141/2016 e do Conselho Estadual de Educação do Estado do Acre.

2. Do procedimento de Matrícula para alunos novos:

2.1 A matrícula para alunos novos acontece a partir do dia 11 de janeiro de 2016, mediante a existência de vagas.
a) aluno com idade entre 13 a 15 anos na primeira serie do ensino médio – estuda pela manhã.
b) alunos com 16 anos – na primeira serie do ensino médio - estudam no período da tarde;
c) alunos com 17 anos acima - na primeira serie do ensino médio - estudam a noite na modalidade PEEM.

Os interessados deverão apresentar-se na escola portando os seguintes documentos:

a)        Registro de nascimento ou casamento; (Xerox)
b)        Comprovante de conclusão do Ensino Fundamental ou equivalente; (somente o Histórico de 1º Grau);
c)         Transferência Escolar (apenas para alunos oriundos de outros estabelecimentos);
d)        Alunos menores de idade deverão comparecer acompanhados dos pais ou responsáveis.
e)        Trazer 01 fotografia (3x4)
f)         numero atualizado do contato – telefônico;

3. Do procedimento de Rematrícula:
3.2 Os alunos já matriculados na escola têm prioridade à vaga; por isso, é destinado um período exclusivo à sua rematrícula: 15 de janeiro 2017 a 20 de janeiro de 2017;
3.4 Documentações Necessárias:
a) Requerimento de Matrícula para o ano ou série seguinte conferido e assinado pelo responsável;
a) Requerimento de Matrícula devidamente preenchido e assinado pelo responsável.
b) Comprovante de residência dos pais ou responsável.
c) RG e CPF dos pais ou responsável.
d) atualização do endereço e telefone.

4. Disposições finais

4.1 Os pais ou responsáveis deverão informar, no ato da matrícula e atualizar sempre que necessário, as informações essenciais do aluno, como problemas de saúde, medicações, restrições e telefones de contato/ emergência.
4.2 Os casos omissos e situações não previstas neste edital serão resolvidos pela Direção da escola.
4.3 Este edital entra em vigor na data de sua assinatura.

               
                                       Tarauacá-Acre, 22 de dezembro de 2016.


José Ivonaldo Benigno Gomes
Diretor

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

SEMINÁRIO SOBRE SEGURANÇA EM TARAUACÁ.

A prevenção à criminalidade em Tarauacá, inclusive a violenta, só pode ter sucesso por intermédio de uma inclusão humana social, econômica e política. Não se reduz a criminalidade a níveis razoáveis unicamente por meio da lei, definindo novos fatos típicos, agravando a resposta penal e excluindo benefícios dos autores de infrações penais graves. É uma verdade secular, já vivida pelo nosso País há longos anos com enorme prejuízo à segurança pública.
A repressão à violência não se faz à força, como se prendendo criminosos tivéssemos cidades limpas de péssimos indivíduos. Isso se faz, em primeiro lugar, pela educação, esperando-se resultados positivos no futuro.
Todos se perguntam: O que podemos fazer para mudar essa situação? A meu ver, trata-se de uma questão conjuntural e estrutural ao mesmo tempo. Uma questão social e moral que não poderá ser resolvida de imediato, como num toque de mágica, mas somente a longo prazo. Deve envolver as famílias, escolas, igrejas, ONGs, partidos políticos. Com certeza, não vamos resolver com ações isoladas, de forma individualista. É preciso uma ação coletiva, envolvendo muitos atores sociais, tais como os poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, o mundo da Educação, da Cultura, da Saúde, do Trabalho e outros setores importantes da sociedade.
Além das ações práticas cotidianas, tais como policiamento maior, Rota nas ruas etc., é preciso reeducar os valores, pois muita violência está vinculada ao mundo do consumo, do mercado e do trabalho. As necessidades de consumo são tantas, e de forma tão violenta, que as pessoas ficam “loucas” para comprar um produto ou mesmo ganhar dinheiro fácil, roubando um caixa eletrônico, uma pessoa que sai do banco (saidinha) ou mesmo sequestrando de forma organizada ou espontânea.
Penso que existe um problema anterior que precisamos analisar, ou seja, a violência da imposição ao consumo por meio das publicidades e propagandas que querem vender de qualquer jeito. Vejo jovens que são capazes de assassinar o colega para tomar o seu tênis, homens e mulheres que são capazes de matar o marido, a mulher, a mãe, o pai, o avô para ganhar o dinheiro do seguro. A loucura pelo dinheiro, esse “Deus que assassina”, está produzindo violência contra seus próprios irmãos. Uma violência fácil, que age por qualquer motivo, que tira a vida por coisas fúteis. Nesse sentido, penso que precisamos trabalhar pela reeducação da sociedade como um todo.
Um novo país, com uma nova moral deve ser construído. É preciso fazer a crítica social, política e moral desse País e dessa cultura que tem produzido ladrões por todos os lados. A responsabilidade para combater a violência coibindo as ações destrutivas é de toda a sociedade, uma vez que somos nós (cidadãos) que escolhemos e controlamos os nossos governantes.
Assim vejo que a sociedade que deveria esta neste dia de hoje debatendo sobre a violência em Tarauacá não deram as caras e exigem do estado Laico uma solução para o problema.
Assim não cobre do delegado, do padre, do deputado, do juiz, do major do policial, do professor, promotor, pastor ou do aluno um resultado, se as famílias não respondem pelos seus próprios atos.
Dai esta algumas dicas para melhorar nossa segurança.
Dentre todas as ações mostradas varias são importantes.
Policiamento nos bairros mais distantes e com maior numero de problemas. Corcovado, Praia e Triangulo;
Revitalização do boxe da policia no bairro Corcovado;
Criação de dois boxes policiais no bairro senador Pompeu e um no Triangulo;
Investimento para as policias Civil e militar: Viaturas, armamento, melhores salários;
Treinamento de policiais:
Mais um delegado para Tarauacá;
Combate ao crime através de Leis duras e severas aprovadas na Assembleia Legislativa;
Sociedade mais atuante e comprometida com a realidade;
Envolvimento das igrejas nas causas sociais;
Maior valorização dos agentes penitenciários e seguranças;

BINGÃO DO ENSINO MEDIO.

Vem ai próximo sábado dia 10 de dezembro, as 16horas e 30 minutos na praça municipal, um grandioso Bingo da escola Djalma da Cunha Batista. 
Você e sua familia esta convidado a participar do grandioso bingo com varias rodadas e valiosas prendas.
1ª Rodada
1 bicicleta 
1 relógio 
1 liquidificador
1 secador de cabelo
2ª Rodada
1 Cama de solteiro
1 Ray Ban
1 liquidificador
1 sanduicheira
3ª Rodada
1 Bicicleta
1 Micro Sistem
1 Sandália Feminina
1 Liquidificador
1 Tapete pequeno
4ª Rodada
1 Milheiro de Tijolo
1 Ventilador
1 Fardo de Refrigerante
1 DVD
1 Par de Sapato Feminino
5ª Rodada
1 Bicicleta Infantil
1 Centrifuga
1 Máquina Cortar Cabelo
1 Ferro de Engomar
1 Camisa da Individual
6ª Rodada
1 Carteira de Habilitação
1 Ferro de Engomar
1 Secador de Cabelo
1 Panela de Pressão
1 Par de Sapato Feminino
7ª Rodada
1 Boi
8ª Rodada
1 Boi
9ª Rodada
2 Ovelhas

Temos como patrocinadores: SINTEAC ,ACRE BIKE, MARCENARIA VITÓRIA, JURUÁ NET, F.C. TOMAZ, SÉRGIO ELEAMEN TOMAZ E FAMÍLIA, ACCTUALY, CÉLIO JUNIOR, A. S. LESSA, ART JÓIAS, BELLAS ARTES JÓIAS, MADAJU, DROGARIA POPULAR, LOJAS MARVAN, MAGAZINE DO POVO, JAIRO MALHARIA, ROMERA, MIRA CELL. FAZENDA DALLAS I E II, L & V MODAS,TEREZA MODAS, PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS DO ENSINO MÉDIO.


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

3 formas como a instituição de ensino pode ajudar o aluno a preencher lacunas de competências.


lacunas de competências

Empresas, independentemente do segmento, costumam valorizar determinadas aptidões ao buscarem novos funcionários, como criatividade, curiosidade, conhecimento digital, pensamento crítico e humildade. Muitas vezes, infelizmente, o aprendizado no ensino superior não está em sintonia com o que o mercado de trabalho busca nos profissionais. Veja como a instituição pode ajudar o aluno a preencher lacunas em suas competências:
1. Aprendizagem prática
São raras as instituições que permitem que o estudante falhe – e, consequentemente, aprenda com seus erros. Essa abordagem, no entanto, é fundamental para que o aluno esteja preparado para o futuro profissional.
Assim, durante o curso, precisa ser instigado a desenvolver seu próprio método de tomada de decisão e raciocínio crítico. Para que seja bem-sucedido, deve saber aprender com os próprios erros, para que consiga analisar onde poderia ter feito algo diferente e tentar novamente.
Uma das melhores formas de fomentar esse aprendizado é incentivar o aluno a fazer estágios, que permitem colocar o conhecimento em prática. Desde cedo, os estudantes já terão responsabilidades profissionais e oportunidades para desenvolvimento de habilidades.
2. Disciplinas em consonância com o mercado de trabalho
As instituições precisam estar atentas às exigências do mercado de trabalho para que possam alinhar os programas de suas disciplinas às expectativas das empresas. Essa sintonia pode ser alcançadas através de pesquisas com profissionais, dados sobre os segmentos dos cursos e outros indicadores de mercado.
Ao utilizarem essas informações para compreensão de quais habilidades precisam desenvolver em seus alunos, as instituições de ensino conseguirão criar programas mais assertivos, que direcionem os futuros profissionais para carreiras de sucesso.
3. Parcerias entre empresas e universidades
Programas de parcerias entre instituições e empresas são benéficos para as duas partes. Isso porque a universidade recebe valiosos insights sobre quais são as lacunas de competências que ainda precisa preencher em seus estudantes, enquanto a empresa tem acesso a um grande número de candidatos qualificados para suas vagas.
Ainda, a parceria pode ser ampliada para patrocínios de novos programas educacionais, financiamentos de pesquisas e laboratórios, entre outras ações que favorecem a todos.

Para garantir que alunos estejam aptos para o mercado de trabalho, as universidades devem estar sempre em busca de modernizar seus currículos, assim como as experiências educacionais que proporcionam aos estudantes. Existem variadas formas de alcançar esse objetivo, mas todas exigem um olhar atento aos programas das disciplinas e aos métodos de ensino.