Veja a importância de considerar o tempo de deslocamento dos professores ao montar o quadro de horários da sua escola

A organização do quadro de horário escolar exige que a gestão leve em consideração diversas variáveis, dentre elas o projeto político-pedagógico da instituição, a infraestrutura do espaço escolar e a disponibilidade dos professores. Dada a importância do quadro de horários para o bom funcionamento das atividades e para o bem-estar do corpo docente, é fundamental considerar entre essas variáveis o tempo de deslocamento dos professores, que acaba muitas vezes sendo ignorado mas é tão importante quanto outras variáveis. Saiba mais sobre o assunto para a montagem de um quadro de horários eficaz e como realizar esta tarefa: A importância do tempo de deslocamento dos professores para o quadro de horários escolar É comum que os membros do corpo docente dividam seu tempo entre as unidades de uma escola. Considerando o tráfego intenso e as dificuldades de deslocamento nas grandes cidades, é essencial que a gestão escolar avalie e pondere o tempo disponibilizado aos docentes para esta movimentação. A análise do tempo de deslocamento contribui para a satisfação profissional do professor, permitindo que sejam realizados com calma e sem correria. Esta organização reflete, ainda, na qualidade do ensino oferecido na instituição, contribuindo para o rendimento das aulas com professores mais motivados e dispostos. Mas como considerar estes trajetos na organização do horário escolar de forma prática e otimizada? Confira algumas dicas: Como considerar o tempo de deslocamento dos professores no quadro de horários escolar Utilize o Google Forms O Google Forms é uma ferramenta gratuita da Google que permite a criação de formulários para coleta e organização de informações. Através dele, é possível criar pesquisas personalizadas, com diferentes opções de perguntas, desde múltipla escolha até listas suspensas. Esta pode ser uma excelente solução para que a coleta dos dados relacionados à disponibilidade dos professores da sua instituição seja realizada de forma prática e rápida. Basta configurar um formulário simples, cujas respostas ofereçam os dados necessários para a montagem do quadro. Questione os professores com relação aos dias e horários livres. Os dados gerados na pesquisa são apresentados em forma de gráficos e planilhas, facilitando sua compilação e análise. Calcule os tempos de deslocamento É necessário fazer um mapeamento das unidades de ensino da sua instituição e levantar em quais delas os mesmos professores irão lecionar. É Importante também saber o meio de transporte utilizado pelo profissional para se deslocar, já que a forma de locomoção influencia muito no tempo a ser estimado. Através do Google Maps, é possível calcular o tempo necessário para estes deslocamentos. Considere sempre os horários em que serão realizados e o trânsito, que pode prejudicar sua pontualidade. Programa para organização de quadro de horários A tecnologia vem sendo utilizada como aliada para a montagem de quadros de horários em diversas instituições de ensino. O GridClass é um programa que organiza as funções necessárias à estruturação de quadros horários nas escolas. Através deste é possível otimizar a grade horária, reduzindo as janelas de espera, fazendo ajustes e considerando as informações recolhidas sobre a disponibilidade e deslocamento dos professores entre unidades de ensino em que trabalha. A utilização do GridClass auxilia a gestão escolar na realização de seu trabalho, evitando perdas de tempo e permitindo que se dê mais atenção às questões pedagógicas e à qualidade do ensino oferecido. Conheça o GridClass e entenda como este pode auxiliar na montagem do quadro de horários da sua escola! E você, como vem considerando o tempo de deslocamento dos professores na montagem da grade horária da sua instituição? Compartilhe suas experiências conosco nos comentários!

Comentários

MAIS ACESSADAS

Professora de Biologia ministra aula prática com ervas medicinais

FESTA CAIPIRA 2017 DA DJALMA BATISTA FOI REALIZADA COM SUCESSO.

EM AULA DE FILOSOFIA, ESTUDANTES DA DJALMA BATISTA DEBATEM REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL